BLOG

artigo-gabardo-mudancas-preco-mudancas

Você sabe como funciona uma mudança compartilhada? Antes de falarmos em quanto custa uma mudança interestadual compartilhada é importante que você entenda como ela acontece.

Trata-se de uma modalidade em que o espaço do caminhão é divido entre clientes que seguirão em uma rota comum até o destino final em determinada cidade ou estado. Desta forma, o custo é divido entre os contratantes conforme espaço utilizado e quilômetros rodados.

O processo se dá da mesma forma que uma mudança exclusiva, os seus bens são embalados (se assim contratar), carregados no caminhão no local de origem e armazenados pela empresa de mudança, onde serão reunidos e novamente carregados no caminhão junto de outras mudanças.

Qual é o prazo de entrega de uma mudança compartilhada?

O prazo não tem data fixa, ou seja, pode variar muito, geralmente empresas menores trabalham com um prazo maior e preço reduzido, pois na maioria das vezes não possuem rotas programadas para seu destino, porém empresas maiores normalmente tem um prazo menor e preço maior, pois já possuem mais disponibilidade de rotas definidas para outros estados.

E qual seria o custo de uma mudança compartilhada de SP até o RJ?

A exemplo, se você precisa mudar de São Paulo para o Rio de Janeiro, e o orçamento é pequeno, não pensa em gastar com uma mudança exclusiva, vale cotar a mudança compartilhada. Mas saiba, a entrega da sua mudança pode levar até mais de 20 dias, então a preparação com antecedência é importante.

Sendo assim negocie com a empresa de mudança um prazo máximo para retirada da mudança em São Paulo e um prazo máximo para chegada no Rio de Janeiro. Após, estabeleça em contrato tudo que foi firmado em relação aos prazos e atrasos e inclusive preços.

O valor de uma mudança compartilhada de SP ao RJ pode custar bem menos do que uma mudança dedicada. É uma economia expressiva, e para algumas pessoas esse é o fator decisivo na contratação do serviço.

Como planejar a sua mudança interestadual

Todos os tipos de mudança exigem um planejamento cuidadoso, e isso vale em dobro para movimentações interestaduais. Você precisará estar a par de tudo, desde como irá transportar seus pertences até quem você precisa notificar sobre seu novo endereço, com muitos detalhes adicionais a serem considerados no meio do processo. Para ajudá-lo a conectar os pontos, reunimos este guia rápido e abrangente para mudanças interestaduais, que inclui tudo o que você precisa saber para uma mudança tranquila para outro estado, incluindo dicas e conselhos ao longo do caminho para torná-la não tão estressante.

Para começar, um dos maiores desafios das mudanças interestaduais é encontrar um lugar para morar em sua nova cidade, já que isso pode ser muito difícil quando você não pode simplesmente sair para procurar um apartamento ou uma casa pessoalmente. Quer você esteja alugando ou comprando, recomendamos trabalhar com um agente local que seja altamente familiarizado com a área e possa ajudar a orientá-lo na direção certa.

Comece sua pesquisa com antecedência para ter tempo suficiente para pesquisar e comparar suas opções, e fique atento a golpes de aluguel. Pessoas que procuram casas de fora do estado são os principais alvos dos golpistas, pois é mais provável que enviem fundos antes de realmente verem um lugar. Esta é outra razão pela qual trabalhar com um agente imobiliário ou de aluguel é fundamental.

Defina o seu orçamento de mudança

Nenhum guia de mudança interestadual estaria completo sem sugerir que você verifique o seu orçamento. Mudar-se para um novo estado não é um empreendimento barato e é extremamente importante que você defina suas expectativas de custo com antecedência para que não seja atingido por surpresas indesejáveis.

Além dos custos próprias do transporte, certifique-se de levar em conta todos os custos adicionais que você precisará adicionar ao seu total. Esses incluem:

  • Taxas de viagem
  • Taxas de armazenamento (se for o caso)
  • Material de embalagem
  • Serviços de embalagem (se não quiser fazer sozinho)
  • Cobertura de responsabilidade / seguro complementar

Como regra geral, quanto mais coisas você precisa levar na mudança, mais custo terá. Se você precisa reduzir custos, considere mudar-se com menos. Doar, vender e / ou descartar de forma responsável os itens que você não quer ou precisa mais – ou os itens que simplesmente ficarão mais baratos para comprar quando você estiver em seu novo estado – é uma boa maneira de reduzir seus gastos gerais e tornar a sua mudança interestadual mais econômica.

Contratação de uma empresa de mudanças

Quando o orçamento é curto, sempre pensamos em reduzir ao máximo o investimento. Porém, as empresas de transporte mais baratas nem sempre tem capacidade para fornecer tudo que é preciso para determinadas modalidades de mudança. Então, obtenha diversos orçamentos, certifique-se das licenças e experiências destas empresas, tenha clareza sobre as taxas e possíveis custos extras e procure avaliações das empresas sobre o atendimento e comprometimento com outros clientes.

Faça um plano de embalagem

Não há tempo a perder quando se trata de fazer as malas para sua mudança interestadual, já que não é como se você pudesse apenas correr de um lado para outro para pegar suas coisas do ponto A ao ponto B.

Comece reunindo seu material de embalagem, incluindo caixas, fita e papel de embalagem – e sempre recomendamos obter um pouco mais do que você espera usar (é muito mais fácil encontrar um uso para suprimentos extras do que fazer várias viagens à loja. Caso não tenha tempo para isso, orce este serviço junto a empresa de mudança).

Se tiver dúvidas sobre algo que não abordamos neste guia para mudança interestadual, entre em contato conosco.

Mudança sem residuos

Você pode produzir muitos resíduos ao se mudar, se não estiver prestando muita atenção. De embalagens descartáveis ​​a pilhas que costumam ser jogadas no lixo conforme os armários e gavetas são esvaziados, a mudança costuma ser uma tarefa que gera muito desperdício. Mas tem que ser? No final das contas, tudo que você precisa é um pouco de planejamento para uma mudança com desperdício zero que minimize a caminhada enquanto ainda leva você do ponto A ao ponto B. E é mais fácil de fazer do que você imagina.

O impacto de uma mudança no meio ambiente é difícil de quantificar, mas é fácil ver como uma realocação se soma em termos de resíduos e poluição. Empacotar, organizar e mover-se, tudo isso inclui algum grau de desperdício.

A boa notícia: a indústria de mudanças está evoluindo para incluir mais práticas verdes e, graças à Internet, é mais fácil do que nunca encontrar um novo lar para itens que poderiam ter acabado em um aterro sanitário. Aqui estão nossas quatro melhores dicas para uma mudança sem desperdício que seja mais amigável para o planeta (e, como um bônus, para sua carteira também).

Faça o inventário com antecedência – e faça um plano para as suas coisas

A mudança oferece uma grande oportunidade de fazer um inventário de seus pertences e descartar as coisas que não servem mais para você. E mesmo que você tenha vivido conscientemente um estilo de vida minimalista por anos, ainda há uma boa chance de ter algumas coisas das quais se livrar. A chave para tornar este processo um desperdício zero é começar cedo, dando-se bastante tempo para encontrar opções para seus pertences indesejados.

Assim que você souber que vai se mudar, comece a trabalhar para fazer seu inventário. Passe por todos os armários, cômodas e gavetas que você tenha em sua casa e retire todos os itens que não pretende levar com você. A partir daí, vá item por item e descubra sua melhor próxima etapa. Para uma mudança de desperdício zero, isso provavelmente significará uma destas coisas:

Doar: Doar é uma excelente maneira de trazer um novo propósito para itens antigos. Roupas, móveis, eletrônicos, roupa de cama, livros, decoração – seja o que for, geralmente você pode doar. Leia sobre as maneiras de doar itens durante a mudança ou simplesmente entre em contato com organizações com as quais você já está familiarizado. Algumas instituições de caridade irão até buscar seus itens doados diretamente de sua casa.

Venda: Reduza o desperdício e ganhe algum dinheiro extra vendendo itens que estão em boas condições. Existem algumas opções para vender online. Faça isso o quanto antes para ter tempo de organizar uma doação de todos os itens que não forem vendidos.

Reciclar: se você não pode doar ou vender um item, reciclar é sua próxima melhor aposta. Roupas e lençóis podem ser colocados em caixas de reciclagem de têxteis, que podem ser encontradas em muitas cidades (embora considere doar esses lençóis para um abrigo de animais em vez disso – eles geralmente precisam!).

Quase sempre há uma alternativa melhor para itens indesejados do que simplesmente jogá-los fora. Iniciar seu processo de inventário o mais cedo possível garante que você tenha tempo para encontrar maneiras de doar, vender e reciclar suas coisas, e significa que você não terá que lutar por soluções quando também estiver tentando embalar.

Comprar ou alugar caixas de plástico

Para uma mudança lixo zero, ignore as caixas de mudança de papelão e opte por caixas de mudança de plástico. Mesmo se você reutilizar caixas de papelão velhas ou tiver planos de reutilizar as novas que adquirir, ainda assim acabará produzindo lixo. As caixas de plástico, por outro lado, podem ser usadas repetidamente por anos, com toneladas de outras opções para obter utilidade delas quando sua mudança terminar. E se não quiser comprá-las, você pode alugá-las por um preço acessível durante a sua mudança e devolvê-las quando terminar.

Use suprimentos de embalagem sustentável

Se você sentir um aperto no estômago só de pensar em jogar fora metros e metros de fita adesiva e filme plástico cheio de ar, ficará feliz em saber que existe um mercado crescente de materiais de embalagem sustentáveis, compostáveis ​​e biodegradáveis. Isso inclui materiais de embalagem feitos de algas marinhas, amido de milho e até cogumelos. E se você estiver usando caixas móveis de plástico, você não terá que se preocupar com fita adesiva de qualquer maneira!

Como sempre, faça sua pesquisa ao contratar uma empresa de mudanças que possa lhe ajudar nesse contexto, entre em contato com pelo menos três fornecedores diferentes para comparar cotações e melhores práticas. Enquanto você está nisso, pergunte a cada empresa sobre sua abordagem específica para serviços de baixo ou zero resíduos e que tipos de opções eles podem oferecer a você.

Um movimento de zero resíduos é possível

Independentemente de você ter desperdício zero ou apenas desperdício baixo com sua mudança, sempre há coisas que você pode fazer para reduzir o impacto negativo sobre o meio ambiente durante uma realocação. E, como você pode ver pelas dicas acima, isso não requer nenhum tipo de sacrifício de sua parte – apenas um pouco de planejamento e um compromisso com materiais alternativos em movimento.

Comprometer-se com uma mudança de baixo ou zero desperdício é uma maneira inteligente de fazer a sua parte pelo planeta. Além das dicas fornecidas, crie suas próprias práticas recomendadas que se alinham com seus objetivos e seu estilo de vida. Sempre há maneiras de minimizar o processo e sempre grandes motivos para fazer isso.

mudança-empresas-gostariam que -soubesse-gabardo-mudancas

Se você estiver se mudando e contratar uma empresa de mudanças profissional para ajudar, existem algumas coisas que você pode fazer e outras coisas que não deve fazer para ajudar a acelerar o processo. Um movimento suave resulta de todos trabalhando juntos, e isso significa que você precisa saber quando deve dar uma mão e quando deve sair do caminho.

A seguir estão as coisas que sua empresa de mudanças gostaria que você soubesse.

1) Ninguém gosta de surpresas no dia da mudança

Essa dica deve ser abordada quando você estiver fazendo a estimativa de mudança e é muito importante, por isso vale a pena mencioná-la. Se você tiver itens volumosos, como um piano, geladeira ou banheira de hidromassagem, que precisam ser movidos, certifique-se e comunique isso à sua empresa de mudanças. Alguns itens exigem preparações, equipamentos ou mais profissionais para serem movidos, portanto, nunca é uma boa ideia “surpreender” com itens inesperados.

2) Prepare-se para a chegada dos profissionais

Você mora em um condomínio fechado ou em um condomínio com elevador? O caminhão de mudança pode facilmente acessar sua casa? Reserve um momento antes do dia da mudança para pensar nos detalhes de onde o caminhão da mudança vai estacionar e como é a rota de ida e volta do caminhão. Se você precisar obter uma licença de estacionamento ou elevador com o gerente do prédio, certifique-se e faça isso com bastante antecedência.

3) Concluir a embalagem antes do dia da mudança

Se você optar por fazer sua própria embalagem, certifique-se de que esteja pronta antes do dia da mudança. Isso significa que todas as caixas estão coladas com fita de emabalagem e devidamente etiquetadas. Para tornar as coisas ainda mais rápidas, empilhe ordenadamente todas as suas caixas embaladas em um local central em sua casa, como a garagem ou a sala da família para que a equipe da companhia possa carregá-los facilmente no caminhão. Dica profissional: nunca use fita adesiva em suas caixas. Em vez disso, use fita de embalagem.

4) Não coloque itens pesados ​​em caixas grandes

Existem diretrizes sobre o que colocar em quais caixas de tamanho por um motivo. Itens pesados, como livros, precisam ser colocados em caixas pequenas. Itens relativamente leves, como travesseiros e cobertores, podem ser colocados em caixas maiores.

5) Planeje estar presente no dia da mudança

Você ou alguém que você conhece e confia precisa estar disponível durante todo o dia da mudança, para o caso de seus carregadores terem dúvidas sobre o que devem ou não devem se mover. Além disso, um adulto responsável precisa estar presente para assinar toda a papelada da mudança.

6) Deixe os carregadores trabalharem

Você pode pensar que está ajudando quando ajuda a mover a geladeira, mas geralmente é melhor ficar fora do caminho. Você pode direcionar os transportadores para as salas corretas e responder às perguntas, mas, além disso, deixe os transportadores profissionais fazerem o trabalho pesado para que as coisas ocorram da forma mais tranquila possível.

Se pretende mudar-se em breve, a Gabardo Mudanças adoraria ajudar. Entre em contato conosco hoje para começar sua pesquisa gratuita em casa ou por vídeo.

TOP